sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Um Passeio Pelo Jardim

Leia Gênesis 3:1-9 e reflita.

"Ouvindo o homem e sua mulher os passos do Senhor Deus que andava pelo jardim quando soprava a brisa do dia; esconderam-se da presença do Senhor entre as árvores do jardim. Mas o Senhor Deus chamou o homem e perguntou: "Onde está você?"" (Gn 3:8-9)

Certos lugares se parecem com esse primeiro jardim. Algo sobre a vegetação exuberante, a hora do dia ou os sons da natureza, tudo provoca em nós o anseio devastador de experimentar o que Adão e Eva desfrutavam a cada dia: caminhar com Deus.

O mundo continua sendo um cenário esplêndido para conhecer a Deus, mas algo mudou. Mudou há muito, lá no jardim. As duas primeiras pessoas desistiram do prazer da companhia de Deus, trocando-a pelos próprios interesses. Elas ouviram o som dos passos de Deus no jardim a procurá-las, em seu passeio usual. Mas ambas haviam pecado. A culpa as oprimiu. Sentiram vergonha diante de Deus. Perderam o relacionamento íntimo que tinham com ele, e desde então lutamos para retomar essa proximidade.

Deus  não se escondeu do ser humano; ocorreu o inverso. Envergonhados, temerosos e rebelados, Adão e eva se esconderam entre as plantas. Deus, porém, foi procurá-los. Ele sabia onde os dois se achavam, mas queria que soubessem que estava disposto a buscar sua companhia. Embora tivesse conhecimento da desobediência de ambos, manteve seu compromisso com eles.

De que amizade maravilhosa foram privados! Que paz perderam! Mas, antes de criticá-los, lembremos quão fácil e constantemente repetimos o erro deles. Tomamos decisões que nos afastam de Deus. Experimentamos momentos maravilhosos da sua presença que gostaríamos de abrigar e guardar; no entanto, horas mais tarde, voltamos as costas para ele, tentando calar seu terno sussurro em nossa vida.

O poder na vida de oração flui da presença de Deus em nós. Esse poder não é nosso, mas dele. Não o experimentaremos ou testemunharemos se insistirmos em seguir nossos programas e esquemas. Temos de planejar com seriedade e reverência o local e o momento em que nos encontramos com Deus. Se deliberadamente não construirmos a vida ao redor dessas "caminhadas no jardim" com o Senhor, o mundo rápida e inexoravelmente preencherá nossas horas com outros compromissos. Como fez com Adão e Eva, Deus virá procurar-nos. Mas como seria melhor se nos encontrasse esperando, cheios de expectativa" 

Eu não quero que ele tenha de me perguntar: Onde você está? E você? Quer que Ele te pergunte?

"Busquemos ao Senhor enquanto possamos encontrá-lo!"

A Graça e a Paz do Senhor Jesus.