segunda-feira, 7 de março de 2016

8ª Lei –Trabalhar Perdas e Frustrações.

Ser feliz não é o caso do destino, mas uma conquista existencial.

Trabalhar as perdas e frustrações é superar as dores da existência e usa-las para amadurecermos e não para nos destruirmos. É repensar nossas dificuldades. Ver por outro ângulo nossas decepções. É poder esculpir a personalidade, mesmo não sendo um grande artesão. É ter coragem para vencer, mas humildade para viver.

É ter consciência de que a vida é uma grande escola, mas pouco ensina para quem não sabe ser um aluno... É ser um eterno aprendiz. Sem trabalhar perdas e frustrações, a vida alterna-se entre momentos felizes e períodos de profundo sofrimento.

Dicas:

Devemos ter consciência de que há perdas e frustrações inevitáveis. Aliás as maiores decepções são geradas pelas pessoas que mais amamos. Por isso, se você quiser uma família perfeita, amigos que não o frustrem e colegas de trabalho super agradáveis é melhor voe morar na Lua.

Se, por estar frustrado consigo mesmo e com as pessoas, você se isolar socialmente, sua solidão será insuportável. Traga sempre à memória que os fortes são tolerantes; os fracos rígidos. Os fortes compreendem; os fracos julgam.


(Retirado do livro As Dez Leis Para Ser Feliz, autor Augusto Cury)

A Graça e a Paz do Senhor Jesus.