segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Ele É Amor - Atributos de Deus

O amor não é uma definição de Deus - Deus é infinitamente maior -, mas Deus é a definição de amor. Sem Ele, o amor não existiria (Jo 3:16; 1Jo 4:8-10).

O amor bíblico (gr. ágape) é ativo; não é egoísta. Apesar de claro e plenamente ilustrado no amor de Deus por nós, o amor ágape também é o modelo de Deus para o nosso amor a ele (1Jo 4:19) e para o nosso amor aos outros (Ef 5:25; 1Pe 1:22). A base do amor é a entrega voluntária, ativa, sacrificial, como Deus fez ao dar seu Filho para a nossa redenção.

Ser amado por Deus significa que Ele colocou o seu olhar sobre nós e ativamente nos atrai para si em todos o momentos.

O amor de Deus é a iniciativa divina (1JO 4:10), é indestrutível (Rm 8:28-29), imerecido (Rm 3:23), compassivo (Is 49:15), constante (Jr 31:3), imensurável (Ef 3:18-19), voluntário (Rm 5:8) e um dom (Jo 3:16). Deus não começou a amar a cruz, nem nos amará mais amanhã do que nos ama hoje. Não há nada que possamos fazer, pensar ou dizer que mudará o amor de Deus, porque, para Deus, não há surpresas: ele nos conhece totalmente e nos ama incondicionalmente (sl 139:1-5).

O alvo do amor de Deus é ter-nos junto de si durante toda a eternidade (1Jo 4:16). Ele nos presenteou e tornou possível a realização desse alvo com Jesus e do sacrifício dele na cruz (Jo 1:14-18).

A Graça e a Paz do Senhor Jesus.