quinta-feira, 1 de maio de 2014

Expectativas Frustradas

Expectativas Frustradas

"Poucas coisas destroem tanto um relacionamento quanto a atitude de se procurar um culpado. Não transforme seu casamento em um tribunal. A raiz por trás dessa atitude é a raiva e tentativa de se ver sempre como inocente.

Vamos entender como ocorre a raiva. Sua esposa o ofendeu e não pediu desculpas. Sua filha não lhe agradeceu pelo presente que você trouxe da viagem para ela. Seu filho usou suas ferramentas e deixou-as jogadas na garagem. Por causa disso, você está com raiva. Com muita raiva. Mas o que é essa raiva? É apenas sua expectativa que precisa ser satisfeita. Por exemplo, você espera desculpas quando sua esposa o ofende, e desculpas que o convençam. Você espera gratidão pelo seu esforço de trazer um presente para sua filha e que suas ferramentas sejam guardadas do jeito que você deseja.

Observe que a essência da raiva é uma expectativa que não foi satisfeita. O que aconteceria se você deixasse suas expectativas bem claras com palavras? Talvez elas se mantivessem, seriam canceladas ou você poderia até rir delas e ignorá-las. Assim, o processo de ficar livre da raiva começa quando podemos definir com sinceridade nossas expectativas para o outro. Quando essas exigências são reconhecidas em voz alta, podemos ponderar se elas são justas e devem ser mantidas ou se são tolas e deveriam ser canceladas.

O problema é que muitos, de maneira infantil, esperam que os outros adivinhem suas expectativas. Como isso raramente acontece, vivem ressentidos com a vida, num eterno mau humor. Ao contrário do que você imagina, as pessoas ao seu redor gostariam de corresponder às suas expectativas. Elas não o fazem porque você nunca compartilhou essas expectativas com elas. Experimente se abrir. Sua vida pode mudar."

(Pr.Aluízio A.Silva - Não é Autoajuda é Ajuda do Alto)
 
A Graça e a Paz do Senhor Jesus.