segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Livro de Tiago

O autor do livro de Tiago é o meio irmão de Jesus e não o Apóstolo como alguns dizem (Capa do Livro de Tiago, Bíblia da Mulher que Ora). Este foi destinado, na época, ao Judeus Cristãos que fugiram de Jerusalém depois do martírio de Estevão. Ma é tão atual que qualquer Cristão que o ler será edificado com suas palavras.


Um livro de apenas 5 capítulos mas com um conteúdo grandioso e muito atual. Onde nos exorta às provas e tentações que passamos diariamente: "Pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que você sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma." (1:3 e 4). E depois de passar por tudo isso "perseverando nas provações para que seja aprovado e receberá a coroa da vida, que Deus prometeu aos que o amam" (1:12).

Nos ensina a praticar a Palavra de Deus para sermos felizes naquilo que fizermos (1: 25b), a sermos mais cautelosos no falar, refreando nossa língua (1:26).

Nos proíbe a fazer acepção de pessoas para não pecarmos e sermos condenados como transgressores da Lei. (2:1-18)

Nos ensina que a nossa Fé sem Obras está morta (2:18-19).

Nos ensina a ter domínio sobre a língua, um membro tão pequeno em nosso corpo e capaz de fazer tantos estragos através da fofoca. Com ela somos capazes de bendizer a Deus e a amaldiçoar as pessoas  (2:1-12).

Nos mostra que para sermos sábio precisamos ser humildes e que a inveja não vem dos céus, mas a sabedoria que vem do alto é pura, pacífica, amável, compreensiva, cheia de misericórdia e de bons frutos, imparcial e sincera. (3:11-18).

Que devemos ser submissos a Deus em tudo. E que para ser amigo de Deus precisamos ser inimigos do mundo, pois Ele se opõe aos orgulhosos mas concede graça aos humildes. (4:1-12)

Sobre as incertezas dos planos humanos, pois não sabemos o dia de amanhã e fazemos tantos planos que por muitas vezes são inatingíveis pois não os entregamos nas mãos de Deus (4:13-17)

Que devemos ser pacientes nos sofrimentos, pois eles produzem frutos de fé. E que a Volta do Senhor está próxima e Ele nos julgará conforme nossas obras (5:7-12).

E nos ensina a orar com fé, em todas as situações, com louvores, com palavras de fé, com óleo da unção sobre os enfermos. (5:13-20).


Precisamos ler mais a Bíblia para entendermos o seu contexto que tantas vezes o Espírito Santo nos revele em sua grandiosa misericórdia.

A Graça e a Paz do Senhor Jesus.