terça-feira, 29 de outubro de 2013

Paulo Ouve O Não De Deus

2 Coríntios 12:7-10
  
"E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar. Acerca do qual três vezes orei ao Senhor para que se desviasse de mim. E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte."

Paulo pediu a Deus que eliminasse uma dificuldade, um "espinho" na carne que o incomodava. É claro que fazia sentido orar a Deus para removê-lo. Afinal, a remoção tonaria Paulo mais eficiente, não é? Deus, porém, respondeu negativamente. Paulo sabia o significado de desejar algo de Deus, pedir com fé e com motivos puros e, mesmo assim, não receber a resposta desejada. A resposta de Deus foi simplesmente: "Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza" (vs.9).

Em essência, Paulo disse: "Deus, por favor, elimine esse problema", e Deus respondeu: "Não, deixe que o problema se aproxime mais de mim. Vou dar-lhe graça para suportá-lo e poder inesperado através dele. Confie em mim." 

Nossa vida de oração não lhe restringe a obter algo de Deus; ao contrário, ela se concentra em buscar o caminho que conduz a Deus. Trata-se de alcançar um relacionamento mais profundo com ele. Oração significa aceitar a resposta de Deus mesmo que ela não traduza nosso desejo.

(Retirado da Bíblia da Mulher que Ora, da autora Stormie Omartian)

A Graça e a Paz do Senhor Jesus.